Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Keep It Simple Stupid

Keep It Simple Stupid

Desempregada Anónima

Desempregado Anónimo_1.jpg

Estou desempregada desde Dezembro de 2014 e não há coisa mais deprimente do que as reuniões no centro de emprego que não me trazem esperança e que só me fazem ver o quão triste é a situação dos desempregados em Portugal. Existe uma espécie de seita em torno da legislação, das regras, de burocracias e papéis e mais papéis para cá e para lá. É um ciclo vicioso que não tem fim e não nos traz benefício nenhum.

 

As convocatórias para as reuniões no centro de emprego até me fazem tremer. Vou sempre na expectativa para saber o que é que inventaram desta vez para nos manter ocupados ou que tipo sessão de "motivação" será e que discurso irão usar desta vez. Essas reuniões resultam quase sempre em anúncios por parte do centro de emprego de que temos que ingressar num curso qualquer de vida activa porque vai ser muito importante, nos vai dar novas competências para podermos encontrar novas oportunidades de emprego, bla bla bla... BULLSHIT!

 

Depois já no dito curso, no início de cada módulo toda a gente tem que se apresentar (ou seja, queimar 30min de aula sem necessidade porque toda a gente ali se conhece!).

Não sei bem porquê mas estas apresentações só me fazem lembrar aquelas sessões de grupo para anónimos se "confessarem". O meu curso começa amanhã, escolhi o de Téc. de Logística e já me estou a imaginar:

-"Olá, sou a Sofia, tenho 28 anos e estou desempregada desde Dezembro do ano passado. Sou licenciada, tenho formação complementar em x e x. Estou neste curso porque fui obrigada e acho que isto não me vai dar emprego em logistica coisa nenhuma." (A ultima frase nao tenciono dizer, mas é o que apetece).

 

Agora estão em força os cursos da vida-activa e toda a gente foi convocada para ir ao centro de emprego a fim de lhes ser comunicado que têm que escolher um curso senão serão penalizados e só se podem voltar a increver no centro de emprego depois de 90 dias. E pronto, assim mantêm o pessoal ocupado.

 

Se há coisa que me revolta é a forma como tentam manipular as estatísticas quanto à taxa de desemprego. Os resultados NUNCA são verdadeiros. Há muitas pessoas que não estão inscritas no centro de emprego porque deixaram de acreditar, outras porque decidiram aceitar oportunidades noutro país e outras tantoa que estão inscritos mas estão semi-ocupados nos maravilhosos cursos da "vida-activa". Este último grupo continua desempregado na mesma, só que como está semi-ocupado já não conta para as estatísticas do desemprego... RI-DÍ-CU-LO!

 

- Sofia (Desempregada "Anónima")

2 comentários

Comentar post